Entrega de fardamento para os Servidores de Caucaia

0
103

O Sinasce esteve presente em solenidade com o prefeito de Caucaia Naumi agentes de saúde do município para a entrega do fardamento completo dos servidores.

É com muita alegria que comunicamos mais esta vitória que foi construída com muita atenção e luta do Sindicato em diversas reuniões para cobrar um fardamento digno para os colegas servidores de Caucaia. Agora poderão trabalhar devidamente fardados com maior segurança para eles e para a população e também maior dignidade.

Ainda na solenidade o prefeito informou a todos que o PCCS da categoria será votado em outubro e com a sua aprovação implantado em 2018 para que os servidores já possam usufruir de mais este benefício. Há tempos o Sinasce busca melhorias para os servidores de Caucaia e em muitas ocasiões aguardou por reuniões e participou das mesmas cobrando tais benefícios da gestão de Caucaia. Não foi fácil, mas com negociação, paciência e discernimento agora está sendo possível para os trabalhadores usufruírem de benefícios impensáveis anteriormente como o passe livre nas vans do município de Caucaia!

Segundo o próprio prefeito os agentes poderão utilizar livremente o transporte de vans do município gratuitamente, assim eles estejam devidamente uniformizados e com crachá de identificação.

O Sinasce agradece a todos que acreditaram e construíram essa luta em conjunto, agradece também a Gestão de Caucaia que agora está atendendo aos pleitos antigos da categoria e sempre recebe o Sinasce com o devido respeito e atenção.

Ainda temos muito a conquistar mas em Caucaia a categoria hoje pode comemorar pois todos saíram de casa para o trabalho devidamente fardados estampando o orgulho e a dignidade no peito em ser Agentes de Saúde e Endemias

E em breve não só Fortaleza como outros municípios também estarão com seus fardamentos completos pois o Sinasce está acompanhando todo o processo de licitação e confecção dos mesmos e cobrando dos municípios agilidade no processo para garantir segurança e respeito ao trabalhador.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA